Lanzamiento de Libro sobre Proyecto Brasil 4D

 

URL libro: https://www.dropbox.com/s/5ozn3ssal2l8sl3/Brasil_4D.pdf

Editor: Cosette Castro (UCB) | Autores: Rodrigo Abdalla, Luciana Chianca, Ángel García Castillejo 

URL proyecto Brasil 4D :http://www.lavid.ufpb.br/pt/projetos/visualizar/projeto-piloto-brasil-4d-testes-de-transmissao-e-recepcao-digital-e-interativa-do-projeto-piloto-em-joao-pessoa

Coordinador: Guido Lemos (LAVID, UFPB)

Os resultados do projeto Brasil 4D, que testou a interatividade e  outras funcionalidades da TV digital com 100 famílias de baixa renda de João Pessoa, foram sistematizados em um livro, lançado nas versões impressa e digital, no dia 30 de setembro, em Brasília, durante o Fórum Mundial de Mídias Públicas. A obra apresenta os resultados das pesquisas socioeconômica e sociocultural, realizadas pelo Banco Mundial, e que avaliaram o impacto desse projeto junto às famílias, beneficiárias do Programa Bolsa Família, dos bairros de Mandacaru, Colinas do Sul e Cristo.A pesquisa sociocultural foi coordenada pela professora de Antropologia Social da UFPB, Luciana Chianca. A pesquisa socioeconômica esteve sobre a coordenação do economista Rodrigo Abdalla.  O projeto é uma iniciativa da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e foi concebido pelo superintendente de Suporte da empresa, André Barbosa Filho.  A obra foi editada pela professora Cosette Castro, da Universidade Católica de Brasília. Segundo a professora Luciana Chianca, a pesquisa sociocultural revelou dados muito relevantes como o aspecto intergeracional, observado através do interesse de todas as gerações de cada família pelos conteúdos interativos. A mesma pesquisa também demonstrou que os telespectadores participantes do projeto “aprenderam sobre os conteúdos e conseguiram adapta-los às suas aspirações”Ela destacou outro aspecto como o fato de ter sido registrada uma agregação familiar, de vizinhos e amigos em torno da plataforma de TV digital. A programação digital e interativa, exibida pelo Canal de Serviços e transmitida pela TV Câmara de João Pessoa, conseguiu envolver a audiência, não apenas as pessoas do núcleo familiar, mas, também, os amigos, vizinhos e parentes dos beneficiados com o Brasil 4D. Outro resultado positivo, apurado pela pesquisa sociocultural, é que houve uma identificação dos telespectadores com conteúdos que abordavam os temas com uma linguagem da cultura local.

O Brasil 4D foi idealizado pelo superintendente de Suporte da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), André Barbosa Filho, e coordenado, na Paraíba, pelo diretor do Centro de Informática da UFPB, Guido Lemos, e pela jornalista e pesquisadora em TV digital, Madrilena Feitosa.

O Brasil 4D,  implementado, em João Pessoa, pelo Núcleo Lavid/UFPB,  com apoio da TV UFPB, universidades e uma rede de parceiros, recebeu, em agosto, menção especial, em Nova York, durante o prêmio Inovação e Criatividade em TV 2013, promovido pela emissora La Cumbre TV Abierta. Os sites do evento (http://www.premiotv.com/) (http://www.lacumbre.tv/) trazem uma foto do Brasil 4D com um link para um vídeo que apresenta o projeto. No último dia 20, o Brasil 4D também recebeu o Prêmio SET 2013, da Sociedade Brasileira de Engenharia de TV (SET), na categoria “Melhor solução de interatividade desenvolvida para a TV digital terrestre baseada em Ginga”. 

A iniciativa é resultante do trabalho de uma grande rede colaborativa, que envolveu instituições e empresas privadas. Na Paraíba, foram parceiros a TV UFPB, TV Câmara de João Pessoa, Secretarias de Desenvolvimento Social e de Ciência e Tecnologia do município, além do Núcleo Lavid, que implementou todas as etapas do projeto, nos três bairros. Além da UFPB, as Universidades Federal de Santa Catarina, e Católica de Brasília e Banco do Brasil desenvolveram os vídeos com roteiros interativos, que foram exibidos para as 100 famílias envolvidas. A TV Câmara Federal foi também parceira, juntamente com empresas como Totvs, Harris, Intacto, D-Link, Mectrônica, OI e EbCom, que cederam equipamentos para atender à demanda do Brasil 4D.

Com o Canal de Serviços, o Brasil 4D fez chegar aos lares dos  beneficiários do Bolsa Família uma programação interativa com informações sobre serviços públicos essenciais como vacinação, aleitamento materno, cadastro único, benefícios sociais, vagas de cursos gratuitos ofertados pelo Pronatec e vagas de emprego na capital.

O Brasil 4D contou com a equipe da TV UFPB, tendo o  apoio da ex-diretora, Sandra Moura, e do atual diretor, Wilfredo Maldonado.  Os roteiros interativos foram desenvolvidos pelas pesquisadoras de TV digital Kellyanne Alves (Núcleo Lavid), Madrilena Feitosa (Núcleo Lavid) e Cristiana Freitas, da EBC; e pelos professores Fernando Crocomo, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e Alexandre Kielling, da Universidade Católica de Brasília (UCB).

Fonte: Agência de Notícias da UFPB - Com informações do Núcleo Lavid